DN

A Grande Referência Diária
Diário de Notícias
  1. CIP e ???????CCP defendem recurso a Fundo de Garantia Pan-Europeu e extensão de maturidades de créditos das empresas.
  2. Associação de bancos pede esforço "musculado" ao governo e garante que impacto das moratórias que já terminaram é "reduzido".
  3. Entre 2021 e 2025, o governo diz ter um programa de revisão da despesa onde pode emagrecer mais 400 milhões de euros. Em 2021, a medida que visa cortar gorduras é aliás a única que trava o aumento generalizado de despesa por causa da crise e da pandemia.
  4. Faria de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Bancos, fala de um "impacto muito reduzido" desde que terminaram as primeiras moratórias.
  5. Para a Deco, esta decisão da Provedoria de Justiça é "incompreensível" e, "no mínimo, inesperada".